terça-feira, 18 de novembro de 2014

Supercomputador mais rápido do mundo ainda é Chinês e roda Linux

A mais recente lista dos mais poderes supercomputadores do mundo saiu e, para desespero dos norte americanos, o primeiro colocado ainda é chinês. Ninguém conseguiu tirar o Tinahe-2 do topo.

segunda-feira, 17 de novembro de 2014

Google passa a utilizar o Clang para compilar o Chrome para Linux e Android

Depois da Apple, do FreeBSD e, mais recentemente, do OpenMandriva, a Google anunciou que está trocando o GCC pelo Clang na compilação do Chrome para Linux e Android. A mudança começou na versão 38 do navegador.

Desenvolvedor deixa o time de mantenedores do Systemd no Debian

E a discussão da adoção do Systemd no Debian parece não ter fim. A mais recente vítima foi o desenvolvedor Tollef Fog Heen, que deixou o time de mantenedores do Systemd na distro.

sábado, 15 de novembro de 2014

Mozilla anuncia parceria com Tor e CDT para melhorar privacidade dos usuários

A Mozilla anunciou em seu blog sobre privacidade uma nova iniciativa em parceria com o famoso Projeto Tor e com o Centro para Democracia e Tecnologia (CDT, em inglês) para melhorar a privacidade dos usuários.

quinta-feira, 13 de novembro de 2014

Mageia 5 Beta 1 é finalmente lançado

Depois de um mês e meio de atraso, o primeiro beta do Mageia 5 finalmente chegou. Com isso o lançamento da versão final foi adiado para o final de Janeiro.

OpenMandriva trocará GCC pelo Clang no próximo lançamento

A primeira das grandes distros a trocar o tradicional compilador GCC pelo Clang será o OpenMandriva. Os desenvolvedores parecem seguir os passos da Apple e de desenvolvedores de versões do FreeBSD que também trocaram o compilador padrão.

terça-feira, 11 de novembro de 2014

Groupon desiste de brigar pela marca Gnome

Foram 24 horas bem agitadas para os responsáveis pelo Gnome e pela empresa Groupon. A empresa estava planejando lançar um tablet no fim desse ano com o nome de "Gnome", em uma clara violação da marca registrada do ambiente de trabalho do mundo Linux.

A Gnome Foundation pediu ajuda aos usuários do seu ambiente gráfico para arrecadar uma quantia suficiente para enfrentar a briga pela sua marca nos tribunais. A comoção foi grande e uma quantidade expressiva de fundos foi arrecadada para a causa.

Mas o problema não durou muito. Em menos de 24 horas o Groupon soltou um comunicado se auto proclamando "uma grande financiadora da comunidade do código aberto" e que havia uma diálogo aberto entre a empresa e a Gnome Foundation para que um denominador comum para o nome do tablet fosse escolhido. Como as conversas não evoluíram, a Groupon não entrará em uma briga pela marca e encontrará um novo nome para o seu produto.

Não creio que o pessoal da Gnome Foundation fosse criar todo esse barulho por conta de nada. O mais provável foi que a Groupon tentou comprar a marca Gnome fazendo algum tipo de pressão e a fundação se defendeu publicando o fato. Não há como a Groupon ser a boazinha da história, assim como também não tem como os responsáveis pelo ambiente gráfico terem adivinhado os planos da empresa para o nome de seu produto. Em algum momento houve um contato, esse contato "desandou" e o resto da história foi contada nos parágrafos acima.

Com a desistência da Groupon de brigar pela marca, a Gnome Foundation já anunciou que o valor arrecadado na campanha será aplicado no desenvolvimento do ambiente gráfico e do ecossistema ao seu redor.

Com informações de  MuyLinux e Linux.com

Debian deixa de suportar a arquitetura GNU/kFreeBSD

A polêmica continua no ar no mundo Debian. E o problema pode envolver mais uma vez o Systemd, embora não seja admitido oficialmente. O assunto em questão é o recente anúncio de que a versão GNU/KFreeBSD não estará entre as arquiteturas suportadas oficialmente pelo projeto.

Assim que o anúncio foi feito a notícia já repercutiu nos sites de tecnologia. A explicação oficial é que a versão KFreeBSD não evoluiu suficientemente para ser lançada de forma oficial junto com as outras. Um dos problemas que atrasou a versão pode ser o fato do Systemd só suportar o Kernel Linux e, com isso, obrigar os desenvolvedores dessa plataforma a procurar e implementar uma alternativa totalmente sozinhos, na contra-mão do restante do projeto. Outras versões alternativas, como a arm64 e a ppc64 foram confirmadas pois, segundo o mesmo comunicado, evoluíram de forma satisfatória.

A expectativa é que, embora como não oficial, a versão KFreeBSD consiga ser lançada junto com o restante das arquiteturas do Debian 8 Jessie.

Com informações de  itwire 

domingo, 2 de novembro de 2014

openSUSE 13.2 não terá driver proprietário da AMD nos repositórios

Se você é o orgulhoso dono de uma placa de vídeo AMD é melhor evitar o openSUSE 13.2, com lançamento marcado para a próxima Terça-feira. O aviso veio de um desenvolvedor da distro que afirma não existir possibilidade da correção antes do lançamento.

A falha em questão não é culpa do openSUSE e sim da AMD que ainda não adicionou suporte para a última versão do Xorg Server no seu driver. Com isso, o driver proprietário não estará presente no repositórios da nova versão até que o problema seja resolvido.

A opção para os fãs do openSUSE que utilizam o hardware da AMD é ficar com a versão 13.1 por enquanto ou se aventurar a utilizar o driver de código aberto que não apresenta o mesmo erro do proprietário, embora sem a mesma qualidade.

Com informações de  lizards.opensuse.org 

sexta-feira, 31 de outubro de 2014

Tablet com processador Intel rodando Ubuntu pode aparecer em Novembro

Segundo o Phoronix, não é só o Ubuntu Phone que chegará em Dezembro. Um novo dispositivo, dessa vez um tablet, pode entrar em cena em meados de Novembro em pré-venda com previsão de entrega para Dezembro.